Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
Curso Programador de Android

O que NUNCA deve fazer numa entrevista de emprego

Boa, foi chamado/a para uma entrevista de emprego! Se assim foi, alguma coisa na sua candidatura chamou a atenção do recrutador, e isso é ótimo. Agora, se quer mesmo ficar com o trabalho… está na hora de se preparar.

 

No dia da entrevista, tudo vai depender da impressão com que ficam da sua personalidade. São quinze a 20 minutos que vão dar ao recrutador a informação se está ou não preparado/a para aquele trabalho. E em 20 minutos, pouco ficamos a conhecer.

 

Se quer mesmo ficar com o trabalho, há mesmo alguns comportamentos que deve evitar. Há pequenos pormenores que podem passar despercebidos a si, mas que o recrutador vai ter em consideração.

 

O que devo evitar numa entrevista de emprego

Chegar atrasado

Se é mesmo necessário explicar esta? Sim, é! Com a internet como recurso, tem à sua disposição várias ferramentas que lhe permitem confirmar o tempo que precisa para chegar a qualquer lado. Por isso, utilize-as, seja prevenido e aponte para chegar entre cinco a dez minutos mais cedo. Muito melhor do que parecer desleixado por ter chegado atrasado…

 

Não tomar atenção à comunicação

Seja ela verbal ou não verbal. A forma como comunica com o recrutador vai mostrar também como se relaciona com os outros. Tenha uma linguagem cuidada, simpática e cortês. E saiba como se deve comportar no nosso artigo Comunicação não verbal – o que fazer numa entrevista de emprego.

 

Estar distraído

Fizeram uma pergunta e não ouviu? Ficou a olhar para as mãos e não está a tomar atenção ao que lhe estão a dizer? Talvez esse não seja um bom comportamento… Deve mostrar-se atento em todos os momentos, para que o recrutador saiba que está mesmo interessado no trabalho e nas suas especificidades.

 

Concentrar-se nos benefícios, e não no trabalho

Claro que é bom ter benefícios, ou saber logo se pode esperar uma boa remuneração ou não. E se o assunto for colocado pelo próprio recrutador (por exemplo, ao perguntar as suas expectativas salariais), deve responder e mostrar-se recetivo ao que lhe vão dizer. Mas não mostre que essa é a sua única preocupação.

 

Criticar a empresa anterior

O entrevistador não precisa de saber que o seu antigo (ou atual) chefe não respeita os empregados, ou que os seus colegas são pouco profissionais. O que importa são as suas capacidades. Se na entrevista começa logo a acusar os antigos colegas, o que será que acontece quando o seu trabalho é posto em causa? É nisto que vão pensar.

 

Mostrar pouca confiança… ou confiança a menos

Como se costuma dizer, nem oito, nem oitenta. Tem sempre de se mostrar confiante nas suas capacidades, e que acredita que tem o que é preciso para levar aquele trabalho a bom porto. Isso não significa que tenha de controlar a situação. Se lhe perguntarem as suas maiores fraquezas, tem de ser honesto e não dizer que é “muito perfecionista”, por exemplo. A honestidade é sempre o mais importante.

 

Lembra-se quando lhe demos a conhecer as perguntas mais frequentes nas entrevistas de emprego, e como deve responder? Aproveite para se preparar para estas perguntas, ou outras semelhantes.

 

Boa sorte!

Tags: ,
Junta-te à nossa Conversa
pub
Receba novidades sobre emprego
e cursos técnicos todos os dias no
seu email
Obrigado pelo seu registo.
Eu Tenho Valor
pub
Cursos por Áreas
de Actividade

Porque eles querem acabar com a ADSE

Podem apenas um milhão e treze...

Alemanha bate recorde...de emprego!

A Alemanha prospera nas cinzas ...

Conseguir uma carreira de sucesso

É mais fácil do que al...