Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
Curso Programador de Android

Posso fazer um estágio no estrangeiro?

Apesar das polémicas, os estágios continuam a ser a forma mais fácil de conseguir perceber como funciona o mercado de trabalho. E para aqueles que querem viver uma nova aventura, ou uma oportunidade para iniciar uma nova vida lá fora, um estágio no estrangeiro pode ser o primeiro passo a tomar.

 

A grande vantagem destes estágios é a possibilidade de conseguir trabalhar e aprender num novo ambiente, fora da sua zona de conforto. A experiência no estrangeiro é sempre muito valorizada nos processos de recrutamento, sobretudo em empresas que precisem de pessoas “desenrascadas” e que saibam adaptar-se às circunstâncias.

 

Como é que um estágio no estrangeiro pode ajudar-me?

Como dissemos, a grande vantagem é que vai conseguir conhecer novas culturas e uma nova língua. Novas pessoas e experiências levam-no a ter uma perspetiva diferente perante a vida e, consequentemente, da sua profissão.

 

Trabalhar numa empresa no estrangeiro vai com certeza dar-lhe uma nova forma de trabalhar. Se pensar em voltar a trabalhar em Portugal, essa experiência pode ser uma mais-valia para a sua nova empresa, ou para implementar novas e boas formas de trabalho.

 

Existem desvantagens?

Uma nova experiência tem sempre o seu lado menos bom, mas cabe-lhe a si contornar essas questões, se é mesmo esse o seu objetivo.

 

A distância da família e amigos poderão ser sempre um problema, mas novos amigos vão passar a rodeá-lo no seu dia-a-dia. Da mesma forma, o choque cultural rapidamente vai dissipar-se. Sim, vai continuar a sentir saudades de alguns aspetos do seu país, mas a adaptação a novos costumes também faz parte da experiência.

 

Como posso arranjar um estágio no estrangeiro?

Existem alguns programas que ajudam os interessados em frequentar um estágio no estrangeiro a encontrar a melhor oferta para si.

 

O INOV Contacto é um desses programas. Está aberto a todos os jovens portugueses licenciados até aos 29 anos de idade, desde que desempregados. O programa avalia o perfil do candidato e encontra a empresa que corresponde a esse perfil. As candidaturas abrem todos os anos, por isso mantenha-se atento.

 

O AIESEC é outro programa muito conhecido. Além de estágios para iniciar a sua carreira internacional em vários países do mundo, dispõe também de oportunidades de voluntariado. Está disponível para estudantes universitários. 

 

Algumas organizações internacionais, como a Organização das Nações Unidas, NATO, União Europeia, entre outras, lançam várias vezes programas de estágios para profissionais dos estados-membros.

 

O LinkedIn é também uma ótima plataforma para encontrar estágios em empresas internacionais.

 

Treine o inglês

Antes de se candidatar, não se esqueça que o seu nível de inglês não pode ser mediano. É possível que, de início, seja a língua que o vai permitir comunicar com os seus colegas. Não deixe de treinar, ou tire um curso de inglês, como o que encontra no link.

 

Tenha uma candidatura à altura

Na hora de enviar a sua candidatura para um estágio no estrangeiro, todo o cuidado é necessário. O seu CV tem de estar impecável, e claro, em inglês ou na língua do país da empresa para a qual se candidata. Inclua uma boa carta de apresentação, e também referências, se as tiver.

 

Depois? É aproveitar a nova experiência!

Tags: ,
Junta-te à nossa Conversa
pub
Receba novidades sobre emprego
e cursos técnicos todos os dias no
seu email
Obrigado pelo seu registo.
Eu Tenho Valor
pub
Cursos por Áreas
de Actividade

Porque eles querem acabar com a ADSE

Podem apenas um milhão e treze...

Alemanha bate recorde...de emprego!

A Alemanha prospera nas cinzas ...

Conseguir uma carreira de sucesso

É mais fácil do que al...